26 julho 2017

Ok, but first


Última semana de férias da faculdade e a sensação de que esse final de ano vai ser intenso. Intensamente intenso.Vida vai ficar ainda mais corrida e puxada antes de ameaçar diminuir o ritmo, ao que tudo indica. O que me faz torcer pra que no fim eu saia viva e possa compartilhar com o coração quentinho a loucura que foi 2017.

Cabelo tá crescendo rápido e eu só noto quando alguém comenta. Da mesma forma que só lembro da tatuagem nova quando alguém pergunta dela. Eu sei, a qualidade da imagem tá péssima e se a minha memória ajudar eu ainda publico uma imagem melhor.

Comecei a assistir The Fall e tô amando. Gillian Anderson segue sendo maravilhosa e sempre me deixando com saudades de The X Files. Como já não me sobra muito tempo livre não vou pedir mais indicações de filmes/séries mas vou pedir indicações de músicas/playlists pra ver se acalmo essa minha cabecinha aqui que demora pra desacelerar. 

John triplicou de tamanho em menos de dois meses e foi triste chegar a conclusão de que o tempo dele comigo seria apenas o de recuperação. Meu cafofo (a famosa kitnet) é pequeno demais pra ele e pra toda energia que ele quer gastar. Tive que doar pra alguém que tivesse tempo e espaço pra dar toda a atenção e carinho que esses bichinhos merecem. Já a culpa de não estar preparada pra ficar com ele eu tento deixar de lado quando lembro que ele não duraria uma semana na rua se eu não o tivesse acolhido. As vezes a gente vai participar de toda a história deles, as vezes a gente só vai fazer parte de um pequeno e importante trecho dela.


10 comentários

  1. "As vezes a gente vai participar de toda a história deles, as vezes a gente só vai fazer parte de um pequeno e importante trecho dela." Que lindo demais isso. Acho que acima de tudo foi que você cuidou e deu um lar e apresentou ele pra alguém que você sabe que cuidará dele igual ou melhor que você e é isso que importa.

    Esse ano tá muito intenso. Tá bizarro como as coisas tem acontecido de uma forma corrida, mas entendo a necessidade de relaxar. Escuto sempre essa playlist quando preciso acalmar e ao mesmo tempo me sentir bem: https://open.spotify.com/user/12135017216/playlist/0SY9sPVNTWMLsrh3aUldNr :)

    Pale September

    ResponderExcluir
  2. esse ano tá bem louco né? mas faz parte, acredito eu. uma hora a gente dá umas reerguidas, uma sossegada e vida que segue né? :)

    e obrigada pela dica, já amei que começou com lorde ♥

    ResponderExcluir
  3. eu detesto esses momentos que parece que a vida atropela a gente porque perco a perspectiva, parece que tudo toma uma proporção muito maior do que tem na verdade. segura a onda aí e mentaliza que vai passar, porque VAI PASSAR, e vai ficar tudo bem ;) <3

    ResponderExcluir
  4. vai sim, vai ficar tudo bem ♥ total good feelings pro que está por vir e isso deixa o coração bem quentinho. sem falar que assim, nessa vibe, fica bem mais fácil enfrentar essa correria doida né? :)

    ResponderExcluir
  5. Que coisa mais bonita isso que vc escreveu, Ba <3 e vc tá certa, por mais que na vida a gente queira que a história aconteça de um jeito diferente, nem sempre isso acontece e é importante a gente reconhecer o valor daquilo que a gente fez e viveu. Muita força pra vc chegar vivona no final de 2017!!

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da sua tatuagem, gosto muito de dinossauros!
    Fico triste pelo bichinho não ficar contigo :c mas é o que você disse, pelo menos ele nao estava na rua abandonado.

    Com amor,
    <3 bruna-morgan.blogspot.com <3

    ResponderExcluir
  7. Que decisão, Ba. Só fica a saudade e o sentimento de esperança nesse nova fase dele e sua também.

    Te desejo boa sorte com o próximo semestre, cuida bem de você se as coisas estiverem dificeis. Estudar, trabalhar, cuidar da gente, da casa, é pesado mas passa.

    ResponderExcluir
  8. ai, agora que as aulas começaram tô com um bom pressentimento HAHAHAHA amém

    e é bem isso, negócio é treta mas passa sim :)

    ResponderExcluir
  9. faz parte né? e simbora sobreviver a esse 2017 bem doido ♥

    ResponderExcluir

© BMRTT
Maira Gall