18.9.14

summer feelings

ALOU GALERA DE COWBOY. Nessa terça-feira maravilhosa fui fazer o photoshoot das minas do Meraki Store. Ai sabe quando alguém fala, eu moro aonde você passa as férias? Então, eu trabalho aonde você passa as férias. MALS AE!


As inimigas choram e a macumba é tão forte que esqueci do filtro solar, again. E, como vocês podem ver, um pseudo bronzeado combina muito comigo. Principalmente as partes não bronzeadas que se tornaram meu óculos e pulseiras permanentes. Ainda assim, flawless. 


Ah, esse paraíso dos deuses fica aqui em Santa Catarina, em Governador Celso Ramos maaaais especificamente na praia da Armação da Piedade. Já fiz um ensaio nessa praia antes e falei dele aqui no blog e o resultado vocês podem conferir no meu site

Já o photoshoot da vez ainda tô trabalhando nele e sofrendo horrores na seleção porque quero todas as fotos pra mim. NÃO TÁ FÁCIL.

17.9.14

diálogo #6

crespa - não vens dormir em casa hoje?
eu - acho que não (risos)
crespa - e tu acha engraçado ficar tanto tempo fora de casa? 
É assim que a crespa reage quando fico longe. Pra quem não sabe, é minha irmã, é mais nova e mora comigo. Ela está mais pra meu eterno bebezão mas vira adulta dando esporro quando bate a saudade e a ciumeira. 

15.9.14

bateu saudade

Mil novecentos e guaraná com rolha, eu linda e formosa. Mamãe sofria pra me encher de frufrus na infância. Aqueles trecos pra pôr no cabelo e que tinham que combinar com a roupa sabe? Eu gostava mais dos bonés na época. Ou nada, cabelos livres e soltos. E as vezes ela até tentava me pôr vestidos. Vejam bem, subir em árvores de vestido é uma morte horrível. E eu adorava os pés de pera que tinha lá. 10x0 pra esse moleque. E ah, a criança aí da foto? Eu fazendo pose. Divando no sítio do pai enquanto procurava sapos, rãs, pererecas e tudo que é inseto. 


Que saudade da roupa cheia de lama. A reunião de insetos dentro do meu castelo de lego. Os roles trilha a dentro. O sítio. Que saudade dessa infância.

11.9.14

sou bem floripa

Um domingo aí deu a louca e resolvemos turistar um pouco por Florianópolis. Sabe, a famosa Ilha da Magia. Que aliás, eu não conheço metade mesmo morando do lado desde sempre. Desabafos a parte, o role rendeu fotenhas e minha juba estava maravilhosamente loira porque eu tinha pintado um dia antes. 


Como vocês podem ver, não sei fazer a modelo e reajo da maneira mais inesperada possível quando pedem que eu aja naturalmente. Mozão sofre.


Aí quando começou a parecer book de casal apaixonado me deu a maior preguiça e voltei a agir normalmente, again.


Até aqui foi A CRESPA que registrou esses movimentos descoordenados. Já essas duas últimas fotenhas aqui embaixo foi mozão que registrou.


Fim.