menu
1.3.20

Diário de gravidez que chama?

VÉSPERA DA 18ª SEMANA - 22/02/20

Recentemente compartilhei a novidade aqui, falando dessa bomba de emoções que tem sido pra gente etc. Já aviso, pra quem não entende o motivo de falarmos em semanas e não em meses — o que eu ainda me perco convertendo, muuuuita coisa muda em cada semana. É como se a cada fase/semana passada você embarcasse numa nova, com um novo cenário pra conhecer, um novo chefão pra lutar (ou não).

De acordo com as minhas anotações, porque aparentemente meu cérebro derreteu em alguns momentos e eu simplesmente esqueço das coisas, tem sido um gestação muuuuita tranquila. Continuo inclusive com a sensação de que se não fosse a barriga crescendo e as pessoas ao meu redor lembrando o tempo todo, eu facilmente esqueceria que estou grávida. Aliás, essas últimas semanas eu tenho ficado apavorada com a velocidade que essa barriga tem crescido.

Enjoos

Até o momento não passei mal nenhuma vez, zero enjoos. Considerando que já estou no 2º trimestre e pelo o que dizem, talvez não tenha problema com isso no resto da gestação também. O que me deixa muito feliz porque passo mais tempo na rua, trabalhando ou na facul, do que em casa.

Por conta disso já ouvi muita teoria sobre o sexo do dinossaurin. No fim sempre fecha em 50/50 porque aparentemente as teorias servem pra ambos os sexos. Deixo o povo com suas suposições enquanto aguardo, sem pressa, o momento de descobrir o que há nesse pacotinho.

Sono

Sono durante o dia era algo que não me pertencia há muito tempo e que nas primeiras semanas de gestação chegou me dando uma voadeira nas costas. Como eu trabalho num escritório, sentadinha na frente do computador, isso foi um problema. Juntando ao fato de ter que controlar a quantidade de café consumida, vejam bem, eu tive que tomar muuuuuuita água pra me sentir acordada. Consequentemente, eu fui milhares de vezes no banheiro por dia. Exausta, pra não dizer assada.

Graças, esse encosto da preguiça já abandonou esse corpo e já posso trabalhar tranquilamente. Teve até algumas semanas que meu sono era tão leve, algo inédito aqui, que eu acordava 5am pra ir no banheiro e não dormia mais. Virada de ano? Lá estava eu zanzando pela casa alheia enquanto o restante do pessoa seguia desmaiado. 

Emocional

Sabe TPM? Imagina isso potencializado e sem você saber quando diabos vai voltar ao normal. Lembro que teve uma semana que eu já estava tão cansada de chorar por tudo que eu decidi assistir tudo que era filme triste pra ver se secava a minha reserva de lágrimas. Placebo ou não, funcionou.

Também teve semana que eu me irritava com tudo. Aquela confusão mental e emocional, tudo novo, o Toni preocupado com a minha alimentação, eu querendo comer coisas que deveria evitar, socorro! Acho que brigamos em uma semana o que não brigamos em 6 anos de relacionamento. Imagina, os dois apavorados, aquela bomba de hormônios e emoções. É muito louco! Bom que conversamos a respeito, tentando entender as angústias de cada um e assim fomos resolvendo a situação toda, com muuuita paciência. 

Agora essa explosão emocional já quase não acontece, ou simplesmente aprendemos a lidar melhor com ela. Não sei, mas tem sido muito mais tranquilo. 

Ah, o bom da gente ficar mais a flor da pele é que a gente toma força pra dizer coisas que geralmente não temos coragem, em outras questões da nossa vida, outras relações. Pelo menos comigo foi assim. Não sei se é só o combo hormônio ou se junta esse instinto materno que vem sei lá da onde querendo proteger a todo custo nossa sanidade e, consequentemente, o bebê sabe? Sei lá, só sei que tô amando como isso tem me ajudado a tomar a rédea de certas situações complicadinhas da minha vida.

Alimentação

A minha alimentação melhorou muito nos últimos anos mas ainda não é das melhores. Meu paladar se resume a quem gosta muito de fast food mas sofre feio pra comer uma verdura e por pura falta de hábito e preguiça acaba não incluindo as frutas na alimentação também. Acreditem, não é por falta de tentativa do Toni, que é quem cozinha aqui em casa.

Principalmente por conta da gestação o meu esforço tem que ser ainda maior, obviamente. Não tenho nem como chamar de paladar de criança porque tem muita criança que me faria sentir vergonha da alimentação que levo. Porém, seguimos na luta, incluindo da forma que dá, na esperança de que esfrie logo pra eu poder abusar das sopas batidas, única forma em que como o que for sem me preocupar.

Até falei pra minha obstetra na última consulta que, enquanto a alimentação for papinha, vai ser tranquilo pra mim. O problema vai ser quando começar a introdução de alimentos sólidos que ai vou ter que dar o exemplo chorando enquanto digo que é emoção pura pela delícia que é comer um xuxu. A obstetra riu, me mandou comer mais verduras mesmo assim, o Toni concordou e eu chorei. Dramática #kkkcrying.

Sabe o que é bizarro? Eu sou do tipo que gosta de comer salada em lanche e, vejam bem, gestante tem que evitar ao máximo comer coisas cruas na rua por conta do risco de contaminação. Então eu fico indignada em não poder comer um hambúrguer com alface e tomate, em não poder tomar minha vitamina de abacate no caminho do trabalho, em não poder comer maionese caseira temperada na padaria.

Claro, a gente tenta compensar em casa. Faz um vitamina aqui, come uma tapioca bem caprichada ali, toma um suquinho natural, etc etc etc. Mas na rua a amante de fast food chora sim. Seguimos.

Rede de apoio

Obvio que eu vou realmente sentir isso quando dinossaurin nascer, que é quando a coisa fica intensa mesmo. Mas eu tô amando curtir uma prévia disso durante a gestação. Ver a preocupação dos colegas de faculdade, dos colegas de trabalho que em dias corridos me lembram de parar pra comer ou me expulsam do trabalho porque preciso descansar e o mundo não vai acabar se eu não fizer hora extra, da família que tenta se organizar pra poder estar o mais disponível possível quando o baby nascer, da sogrinha que faz questão de fazer suco natural quando almoçamos lá, do meu queridíssimo parceiro que se faz presente em cada consulta, em cada ultrassom e tenta tornar essa fase a mais tranquila possível. Afinal, não fiz essa criança sozinha e ver que ele tem consciência disso torna as coisas muito mais fáceis.

***

Bom, por enquanto é isso. Vou tentar anotar o que for acontecendo, como estou me sentindo etc, pra depois poder trazer pra cá. Aproveitando que minha vontade de registrar tudo voltou com força. Yaaay!

Aproveito também pra fechar esse post com esse belíssimo registro do Toni aparecendo na porta do quarto pra saber se eu estava viva e se deparando com esses belíssimos nudes sendo registrados, de um sábado que acordei chocada com o tamanho da barriga porém me sentindo maravilhosa.


22 comentários:

  1. mddc, ba, não acredito que tu tá grávida!!!!! que bacana!!!!! faz tempo que não passo por aqui (ou no meu próprio blog, diga-se de passagem) e levei um pequeno susto com o teu post haha mas fico bem feliz por ti, que tu e o filhote fiquem bem ♥

    ResponderExcluir
  2. Bah! Você está grávida!!! Que lindo! Muito feliz por vocês! ;*

    ResponderExcluir
  3. Falou diário de gravidez e eu já estou aqui com os olhos brilhando para ler. Amo ver relatos de como é o turbilhão de emoções durante a gravidez e como cada mulher lida com essa fase.
    Tenho certeza que quando minha vez chegar irei chorar por tudo, afinal, isso é algo que já faço normalmente! kkkkk Beijo enorme! ❤

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito de ler diários de gravidez. Fico lendo e imaginando como seria comigo, acho que vou sofrer com alimentação, porque amo um sanduíche e comer doces.
    Ainda bem que não teve enjoos e que bom que está curtindo cada etapa. Beijos
    http://versoaleatorio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ah, que linda BA! Eu fiquei BEM enjoada nos primeiros três meses, mas depois o enjôo (e o sono) sumiram magicamente. Essa montanha russa de emoções é surreal mesmo. Sem falar da amnésia. Hahaha! Beijo querida :*

    Não Me Mande Flores

    ResponderExcluir
  6. Ai, meu deeeeeeeeeeeus, fico tão feliz que você está feliz com sua gestação e registrando ao máximo <3

    ResponderExcluir
  7. Renata Rigon Buratto7 de março de 2020 18:37

    Eu fico tããão feliz por você, Ba! Já comentei lá no instagram, mas agora que li o seu diário de gravidez só consigo desejar coisas ainda melhores. Acredito que quando eu engravidar vou ter esse mesmo problema com alimentação. Tenho tentado começar a mudar os hábitos, mas é difícil desacostumar dessas comidas de fast food. Mas com paciência a gente consegue. Toda saúde do mundo pra você e amei o diário :D

    Renata | Rivière du Souvenir

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAAAAAAAAAA ♥ obrigada! eu mesma ainda me pego em choque de vez em quando HAHAHAHA :)

    ResponderExcluir
  9. menina, eu chorei vendo o filme do pokemon, do king kong... preciso nem dizer nada né? isso tudo antes da gravidez, imagina agora HAHAHAHAHAHA ♥

    ResponderExcluir
  10. então, eu tô pilhada nisso porque aparentemente tudo que amo dá cólica no baby SOCORRO HAHAHAHAH

    ResponderExcluir
  11. meudeus a amnésia HAHAHAHAAHA nosso cérebro derrete né? só pode

    ResponderExcluir
  12. why tão ruim nossa alimentação né? ia ser tão mais fácil se a gente comece verdura com a mesma felicidade que come um hamburguer com fritas :~ HAHAHAHA

    ResponderExcluir
  13. Ahhh eu vi a novidade mas ainda não tinha comentado! Que notícia mais linda! Você está uma gravidinha muito fofa!


    Imagino o turbilhão de emoções, o importante é ir lidando com os conflitos internos aos poucos <3
    O importante é que está tudo bem <3


    Beijos,

    http://colorindonuvens.com

    ResponderExcluir
  14. simm, bem por ai. um feeling por vez :)

    ResponderExcluir
  15. A carinha dele de "quê qui tácontessenu?" hahahha Adoraria fazer um ensaio gestante com vc, pena que estamos bem longe. E que benção não ter enjôos! Curte bastante aí cada fase e vai introduzindo os legumes na vida, descobrindo os que vc mais gosta. Eu curto bem mais os legumes refogadinhos ou ao forno do que saladas cruas. As frutas, confesso que dou uma negligenciada e sei que preciso mudar isso...

    ResponderExcluir
  16. mudar hábitos de alimentação é um negócio complicado né? socorro! haha mas vamo que vamo :)

    ResponderExcluir
  17. fiquei muito feliz quando vi sua postagem no instagram, tô mais ainda lendo aqui no blog. você ficou ainda mais maravilhosa grávida, bá. como é que pode? apaixonada por aquelas foto que fez, pode postar todas pfvrrrrr ♥ aguardo mais posts sobre o diário da gravidez. e feliz demais por ser uma dino-sarinha hahaha

    ResponderExcluir
  18. awn, querida ♥ que bom! gosto muito de poder compartilhar essas coisinhas loucas da vida por aqui e saber que tem quem goste de acompanhar também, dá um quentin no coração :)

    ResponderExcluir
  19. Era disso que estava falando brasillllllll... Amei o diário e vou estar sempre vindo aqui olhar, como esta indo vocês e o dinoussaurim!

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial