menu
14.1.24

Julho, 2023: dias legais e culpa materna



Querer falar de julho a essa altura do campeonato, basicamente um semestre depois. Recorri as postagens que fiz nessa época, graças as minhas últimas férias, e as quase mil fotos na galeria desse mês. Sim, quase mil registros. Claramente um efeito férias, #saudades. 

Chocada que fiz 13 posts nesse período, na tentativa de atualizar o blog com postagens do semestre anterior. Um pouco do que estou tentando fazer agora. Rolaram divagações, saudei nossa casinha, me aventurei com tinta guache, um resuminho de algumas coisas que aconteceram no mês durante as férias. 

Além de trechos das férias, finais de semana e dias normais de trabalho aconteceram. Aparentemente foi um mês bem do bom. 

Diria que finais de semana foram para Coffee and Contemplation, as vezes um nescauzinho. Enquanto sextas-feiras pós expediente foram para vinhos e muita falação. 


Aproveitamos qualquer pedaço de sol nos finais de semana. Perdi as contas de quantas vezes varri farinha da varanda de casa após o trio ternura atacar as linguiçinhas do churrasco como se fossem as últimas das suas vidas. Bom demais ser criança. 

Também me senti um grande algodão doce com meu novo casaquinho passeando com mamis no shopping. Um oferecimento: personalidade desbloqueada em teste. Já nos intervalos de almoço culpei o stress do trabalho ou alguma alegria do dia para matar a saudade do méqui. 


***

Julho também é o mês que a minha pessoa favorita no mundo, Sarinha, faz aniversário. Julho de 2023 a bonita fez 3 aninhos e registrei no blog com algumas curiosidades sobre ela. Porém quero deixar registrado aqui também que fizemos besteira e a culpa bateu meus amigos, bateu mesmo.

Contextualizando, nunca fomos chegados em festerê grande para uma bebê-criança tão pequena e até então nem pensávamos nisso porque ela era tão nova etc etc etc. O primeiro aninho até fiz algo mais familiar em casa, com decoração, pra registrar o primeiro aniversário. Já no segundo aninho foi também algo ainda mais particular. Porém, na nossa ignorância, seguiríamos no mesmo ritmo no terceiro aninho e ela ainda não cobraria o grande evento. Eu conto ou vocês contam?

Despreocupados, não preparamos nada para a creche. Tínhamos em mente um bolinho talvez no final de semana e o grande evento seria um passeio assim que o tempo colaborasse. Imaginem a minha cara quando ela chegou borocoxô em casa porque ninguém cantou parabéns para ela na creche. 

Ela sabia que era aniversário dela porque comentamos enquanto arrumávamos ela para a creche mas, além de não termos preparado nem um mísero bolinho para levar, não lembramos a professora de que era o dia. Ou seja, a coitada foi para a creche na expectativa do parabéns e nada aconteceu. AAAAAAAAAAA!!!!1!1!111! [screaming & crying internally]

Graças, fomos salvos pela sogrinha que rapidamente fez um bolinho pós creche e cantamos o parabéns. A CARINHA DELAAAAAAAAA. 


É isso gente, vivendo, fazendo caca, aprendendo e torcendo pra não frustrar mais essa criança desse jeito pelo amor de deeeeeeus. Lindinha demais para ser triste por preguiça dos pais viu. 

10 comentários:

  1. O sorrisão da Sarinha no parabéns não tem preço <3 Fofurice!
    Mas já sabe, né? Esse ano a Sara vai cobrar um festerê temático de respeito :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não sei se a bichinha vai pedir tema etc, mas dessa vez vai ter que ter bolinho na creche sim HAHAHAHA

      Excluir
  2. No final deu tudo certo. Sua filhinha é uma gracinha.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  3. A carinha de felicidade da Sara na última foto, mdsss *-* Que bom que conseguiram resolver.
    Amo suas fotos, tão retrôs <3333
    https://varokina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. graças ela se deu por satisfeita né, ufa HAHA ♥

      Excluir
  4. pelo jeito sara se divertiu com as tintas guache, hehehhehe. E O BOLO <3 como pode, em um ano eles pouco tem contato com outras pessoas fora da familia, no outro já interagem com todo mundo e ESPERAM PARABÉNS DA TURMINHA! e daqui a pouco ´ja é o aniver dela de novooo!

    ResponderExcluir
  5. "Lindinha demais para ser triste por preguiça dos pais" - e a frase a aborrescência dela tá feita haha

    Ainda bem que sempre tem alguém pra socorrer as crianças. Ou no caso, os pais rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amém né HAHAHA deus me free ver essa criança triste novamente

      Excluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial