menu
13.6.24

Maio, 2024

MAIO, 2024 — Sinto que fiquei cansada em níveis novos. Um jeitinho novo de atingir o desgraçamento mental, a exaustão. Aquela sensação incrível de hmm, cada vez mais doida. Memorável. 

A comemoração do dia das mães foi esquisita mas aconteceu. De alguma forma nos perdemos — eu, minha irmã e nossa mãe — na proposta, na discussão de quem merecia qual horário-data-lugar para comemorar. É esquisito esquecer que sou mãe, ai lembrar, ai ver que esqueceram, ai me achar no meio disso. Onde eu me encaixo? Como eu me sinto? O que me faz ficar pensando nisso de vez em quando, nessa coisa que não foi resolvida, meio ansiosa e não tão esperançosa com o próximo dia das mães. Pensando aqui como que resolve esse impasse, como que organiza pra todo mundo ficar feliz... não sei.

Equilibrando os pratinhos das falhas na comunicação, nessa coisa de estar magoado e magoar também porque é difícil olhar para o outro com carinho quando algo dói na gente e parece que ninguém vê. Estamos aqui, tentando aprender sobre essa coisa que é olhar para o outro quando tanto dói em todo mundo né? Foi mais ou menos sobre isso a minha última conversa com a minha irmã quando estávamos tentando entender como diabos a pauta dia das mães ficou tão caótica para nós. Não chegamos a nenhuma conclusão ou solução concreta, dores antigas não se resolvem fácil mesmo, mas decidimos ir tentando fazer dar certo essa coisa toda. 

disclaimer — só pra lembrar que mesmo tentando trazer o lado bom das coisa quase que o tempo todo por aqui, a vida é uma grande bagunça em várias camadas da minha bela caótica existência. a perfeição não contempla nada aqui não. é um grandíssimo its fucking complicated porque não tem manual para ser boa filha, irmã, mãe, amiga, parceira, funcionária, etc etc etc. a gente vai vivendo e falhando e vendo no que vai dar o tempo todo. fotos bonitas e reflexões para uma existência complicada, ai ai.

Foi ai que como boa fuga dos próprios problemas e pensamentos eu me afundei em leitura. Apesar do motivo não ser lá dos melhores, mas eu me agarro no motivo que funcionar, foi o que me fez segurar a peteca por aqui. É sério, eu li os últimos quatro livros de Trono de Vidro. Não sei nem como, claramente algumas madrugadas sacrificadas. 

... me agarrando a regulares de carisma, desesperadamente.

O que me faz pensar em duas coisas. 

Uma, que eu amei ler TRONO DE VIDRO. São livros muito bons mesmo, apesar de eu sentir falta das doses de smut que tem em ACOTAR

Duas, que eu surtei realmente precisei me agarrar em algo diariamente para sobreviver ao mês. Aquele lembrete de que as vezes ler muito não significa que você é foda e sim que apenas está em situação de doida.

Resumidamente
em Maio...

Paguei caro em um hamburger gostoso pós reunião de trabalho que me deixou ainda mais doida (a reunião, não o hamburger). Muito trabalho, muito trabalho. 

Levamos Sara para tomar um sorvetinho mamãe. Sempre uma briga para dividir... 

Desaprendi a tirar selfies e isso só me lembra o tempo todo o quão odioso estou achando o meu cabelo no momento. Vivendo a síndrome do cabelo que só fica bonito no salão. Uma merda. 

Realinhei todos os meus chakras na minha quermesse favorita me empanturrando de pizza, crepe e quentão. Desalinhei todos os chakras nos dias seguintes sem minha quermesse. 

Sequestrei as pelúcias da Sara para ter boa companhia no Dia X da firma que no mês tinha como tema pijama. Muito bom como outfit CLT, adorei. 

Convenci a senhora mãe de minha afilhada para posar comigo pois estava borocoxô sem registros do buchinho dela. Sofia, a senhora sua mãe é muito low profile e a titia aqui faz o que pode tá? 

Tomamos sol em dias frios mas por pouco tempo porque Sara estava determinada a quase cair nesse belíssimo mar cheio de coliformes fecais. Não quisemos arriscar... 

Trabalhei muito e mais um pouco. Combinei outfit CLT sem combinar. Trabalhei mais um pouco. Perdi as contas de quantas vezes chorei antes das 7h da manhã tentando convencer a minha pequena adolescente de quase quatro anos a sair da cama porque era dia de creche e trabalho. Enlouqueci. Fiquei com saudades da pequena adolescente causadora do caos que me deixa doida quase na mesma proporção que a amo, que ódio. Enlouqueci mais um pouco. Lembrei que tinha pós-graduação para colocar em dia e quase fui de arrasta quando a plataforma sumiu com todo o conteúdo feito (o conteúdo já voltou mas sigo indo de arrasta). Trabalhei mais um pouco...



É isso, MAIO foi um grandíssimo viva mas a que custo.

Ah, as fotos...



✌🏻😮‍💨✨

6 comentários:

  1. Um mês e tanto! Gostei de acompanhar.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

  2. "Aquela sensação incrível de hmm, cada vez mais doida. Memorável." KKKKKKKKK me identifico!
    Eu até o momento apenas sendo filha, amiga e trabalhadora já é complicado, imagino você que é companheira, mãe... A vida fica confusa muitas e muitas vezes.
    Mas ufá, que bom que maio passou. Que junho possa estar sendo mais tranquilo por aí.
    E como sempre, amei as fotos! ♥

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que mês!! hahahaha de certa forma ler é uma boa forma de fugir, mas a verdade é que sempre teremos que voltar. Tão linda a sua família, só isso já é motivo de muita gratidão!

    ResponderExcluir
  4. "...minha pequena adolescente de quase quatro anos..." Não me assusta, o meu tem 2 e estou arrancando os cabelos!

    ResponderExcluir
  5. Ba, amei esse post. É tão bom saber que a gente não é a única que tá enlouquecendo hahahaha Achei muito boa essa saída de se agarrar a leitura para poder lidar com as questões da vida. As fotos estão todas lindas, como sempre. Espero que junho esteja sendo um mês mais tranquilo para você e sua família. Abraço!

    https://petalasdemaioblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Sinto muito pelo burger caro Ba, mas pelo menos ficou um registro bem bonitão rs

    Gente, achei muito inovador festa de pijama no trabalho. Devia ter isso todo dia (ok é demais, mas poderia ser todas as sextas!).

    Ps. adorei a camiseta "querido diário, socorro" haha

    ResponderExcluir

Postagem mais antiga Página inicial