menu
6.1.21

Tão bom te ver crescer


Depois de cinco meses guardados ainda embalados numa gaveta, duas peças que comprei pra decorar nossa casinha enfim foram para os seus devidos lugares. Gosto da ideia de ter cantos de respiro no meio da bagunça diária pra fazer de conta que ainda há ordem nessa casa ou simplesmente pra lembrar que gosto de ver ela jeitosinha de vez em quando. 

As fotografias da Sara continuam sendo maioria e nem consigo imaginar algo diferente disso. A sensação de choque parece não passar e me pego o tempo todo boquiaberta por ter feito uma nenê tão linda. Tem sido gostoso demais te ver crescer, meu bem.

Fica também o registro do meu retorno ao trabalho ainda que em home office. Só as deusas sabem o tanto que essa #mãeemfuga aguardava por esse momento. Maternar é super desgastante — o expediente não acaba né? — e eu precisava de um período para fazer qualquer outra coisa. O trabalhar para descansar é real demais e isso faz a gente sentir o tempo e o próprio maternar de um jeito absurdamente diferente (e no nosso caso, mais leve).

Mãe babona que sou, finalizo esse post com mais um vídeo de fragmentos feito basicamente de registros da pequena no período da minha licença-maternidade. 

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial